Ser Sprint é criar laços!

Por Tamara Souza
Dentista

Mais um ano, tanta coisa aconteceu e estamos aqui de novo, em mais um desafio SPRINT!

3º Desafio Sprint Sobral x Meruoca. Dezembro/2018.

Coisa doida esse negócio de corrida… É gente 3h30 da manhã dando bom dia no grupo. Outros, às 5h da manhã de sorriso no rosto e gargalhada farta. Entre trotes e “tirinetes”, estamos ali a cada dia se desafiando, enfrentando a si mesmo. E como em todo caminho, temos altos e baixos, temos épocas de desmotivação, preguiça, cansaço, problemas da vida e, de repente, como uma maré cheia de ressaca, temos épocas de intensa motivação e determinação. E esse empurrão vem de uma equipe de professores que fazem tudo isso por amor, que gritam, que brincam, que cobram, que viram fotógrafos e assim nos instigam a sermos a nossa melhor versão em cada treino.

 
 
Amizades?! Xiiiiii… Difícil de falar. A corrida me trouxe tanta gente maravilhosa, pessoas pelas quais eu nem imaginava que poderia ter um carinho tão especial e que se tornaram grandes amizades. Entre cafés, drinks, almoços ou mesmo pra nada, tudo vira motivo de um encontro. Tem quem diga que gosta de correr sozinho, mas o que seriam daqueles dias em que tudo que a gente mais quer é alguém que nos dê uma injeção de “vamos lá, só mais um quilômetro!”, “500m, estamos quase lá”. ou até mesmo aquela frase abençoada “quer dar uma caminhada?”.

E quando no meio da BR a gente resolve botar o papo em dia!? Ou quando a diversão é a fome insaciável de uma certa amiga? A gente ri, chora de rir, faz memes com fotos dos colegas, corre, caminha, partilha a água, um sachê de mel, de gel, até de rapadura. A ausência dos treinos dos colegas é motivo de centenas de mensagens e gifs no WhatsApp. E aí, se o seu dia estava estressante, rapidinho surge um riso bobo de cantinho, aquele lá que te faz esquecer por um milésimo de segundo todos os problemas.

Correr na Sprint é querer foto pulando depois de correr quilômetros de distância… É ter que sorrir pra foto 5h da manhã de cara ainda inchada de sono… É ficar feliz com o retorno de um colega… É se compadecer do colega que se lesionou… É esperar o colega que cansou… É parabenizar a superação de um colega… É falar com quem você nunca viu na vida… É ser parceiro… É fazer resenha depois do longão… Ser SPRINT é criar laços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *